Sábado, 19 de agosto de 201719/8/2017
(66) 9 9920-4999
ESPORTES
Atlético-MG volta a vencer fora e complica a vida do Coritiba
Após a dura eliminação na Copa do Brasil, no meio de semana, para o Botafogo, o Galo junta os cacos para seguir firme na temporada.
:::: Hora News :::: Guarantã do norte - MT
Postada em 30/07/2017 ás 17h38
Atlético-MG volta a vencer fora e complica a vida do Coritiba

Após a dura eliminação na Copa do Brasil, no meio de semana, para o Botafogo, o Galo junta os cacos para seguir firme na temporada. Na tarde deste domingo, o time mostrou reação e venceu o Coritiba, por 2 a 0, no Couto Pereira, em confronto válido pelo Campeonato Brasileiro. O resultado deixa a equipe mineira em nona, com 23 pontos. O Coxa está coladinho na zona de rebaixamento, na 16ª posição, com 19 tentos – a dois do Z4 que tem o rival, Atlético-PR, como cabeça.


O Atlético foi superior durante boa parte do jogo. Dos 90 minutos do relógio do árbitro, em, pelo menos, 80 a equipe de Rogério Micale dominou a partida. O primeiro gol foi marcado de pênalti, por Fábio Santos, e o segundo por Rafael Moura, na etapa complementar, em momento que a equipe sofria certa dificuldade.


O Galo volta a campo na próxima quarta-feira, no Mineirão, contra o Corinthians, às 21h (de Brasília). Já o Coxa vai ao Morumbi, na quinta, às 19h30, duelar com o São Paulo.


O Atlético começou melhor o jogo. Tendo mais a posse de bola e segurando mais a redonda no ataque. Logo aos cinco minutos o Galo balançou as redes pela primeira vez. O assistente Rodrigo Henrique Correa, entretanto, anulou o lance – de forma errada, o volante Adilson, que desviou de cabeça, não estava em posição irregular.


O Coritiba encontrava bastante dificuldade para sair jogando. O Atlético era muito agressivo, jogava com três volantes, mas tinha uma postura muito vertical.


Em nova chegada do Galo, aos 11 minutos, o gol nasceu. Em lançamento de Fábio Santos para Cazares, já na área, Willian Matheus desviou a bola com as mãos e, desta vez, o árbitro marcou. O próprio ala esquerda foi para a cobrança, mandou no mesmo canto que o goleiro, mas no alto e abriu o marcador.


O Galo seguiu superior após o gol e criando bem. Gustavo Blanco, novo reforço, colocado em campo na vaga de Elias, jogava bem. Aos 24, Leonardo Silva caiu na área e o árbitro marcou pênalti – em lance polêmico e duvidoso. Na cobrança, Cazares colocou nas mãos do goleiro Wilson.


A defesa do arqueiro do Coxa, animou o restante da equipe. O time do Coritiba passou a atacar mais. Mas tinha poucas chances claras para empatar o marcador. A situação, entretanto, deixou o jogo mais aberto, com possibilidades para os dois lados.


O Atlético voltou novamente superior. O duelo era de treinadores novos nos comandos das equipes, no entanto, a base deixada por Roger Machado era mais confiável.


Logo aos 3 minutos, o Galo teve a chance de ampliar a vantagem. Em cruzamento na área, Rafael Moura recebeu a bola sozinho, na cara do gol, e o goleiro já estava no chão, mas a definição foi horrível e a bola passou por cima do gol.


O Coritiba teve um crescimento grande a partir dos 15 minutos do segundo tempo. Foi justamente neste momento que a equipe de Marcelo Oliveira passou a ter mais foco no ataque, dando dificuldades ao Galo em sair jogando, e criou sua principal chance, com Henrique Almeida.


Quando o Coxa era melhor, mais forte, com mais chegadas contra a meta de Victor – inclusive com chegadas mais perigosas – o Galo ampliou a vantagem. Em cruzamento na área, Rafael Moura dominou, limpou o lance e colocou no fundo das redes. O tento pode dar vontade nova para o centroavante que vem fazendo partidas péssimas com a camisa preto e branca.

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
© Copyright 2017 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium